Presidente do TJMT, lança pedra fundamental em Várzea Grande

0
presidente do TJMT, desembargador Rui Ramos Ribeiro
presidente do TJMT, desembargador Rui Ramos Ribeiro
A unidade foi orçada em R$ 55 milhões e contará com três pavimentos, com capacidade para abrigar 22 varas, dois juizados especiais, central de atendimento, tribunal do júri e demais salas que compõem uma comarca. Assim como, salas de audiências de conciliação e mediação. A estrutura será construída no Bairro Chapéu do Sol região que contará com novos prédios públicos e empreendimentos imobiliários.05%20-%20novo%20forum%20vg
O presidente do Poder Judiciário frisou que a obra é extremamente necessária para atender a demanda do município. “É uma honra muito grande que o Nosso Senhor me concedeu ao oportunizar que eu participasse desse lançamento. Uma obra absolutamente necessária e não é brincadeira. Alguns podem achar que é suntuosidade, mas não é, pois o crescimento de Várzea Grande e do nosso estado é igualmente fabuloso. É espetacular viver nessa terra e adoro tudo o que Mato Grosso nos oferece”, disse.

10%20-%20pedra%20fundamental%201

Além disso, Rui Ramos enalteceu a grandiosidade da obra e homenageou o estado que o recepcionou. “Lembro que na época que construíram o Ministério da Justiça disseram tudo o que há de mais pejorativo – mas falo por experiência própria – hoje já não há espaço para se trabalhar lá. Esse é o caso de nossa cidade Várzea Grande. Enfim, essa é uma obra importantíssima para que possamos melhorar o nosso atendimento aos jurisdicionados e ao cidadão várzea-grandense, um local digno para recebê-los. O futuro fórum contempla todo o aparato para receber os servidores, terceirizados, público e ainda há espaço para ampliação. Essa obra que estamos lançando quem iniciou foi o desembargador Rubens de Oliveira é preciso fazer essa consideração ao colega de Tribunal”.
10%20-%20pedra%20fundamental%202O diretor do Foro de Várzea Grande, Jones Gattas disse que a cidade cresceu bastante e o Poder Judiciário ficou pequeno para atender a demanda do município que conta com quase 300 mil habitantes. “O novo Fórum vem ao encontro da prioridade forense, penso que o fórum vai abrigar melhor os advogados, o MP, os magistrados principalmente o jurisdicionado porque a pessoa será mais bem atendida neste prédio novo”, comentou.
 Jones Gattas, Diretor do Foro de Várzea Grande-MT
Jones Gattas, Diretor do Foro de Várzea Grande-MT
A presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, subseção de Várzea Grande (OAB-MT), Flávia Moretti, comentou que está surpreendida com a agilidade das ações tomadas pelo desembargador Rui Ramos. “Quero aqui agradecer a todos os ex-diretores – desde os que receberam a área ao que iniciou os projetos – lá atrás com o desembargador Rubens e hoje com o presidente Rui Ramos. Ele vem concretizar esse sonho, não só de várzea Grande, mas de todo o estado”, disse.10%20-%20pedra%20fundamental4Malvezzi explicou que o MP estava aguardando o ‘pontapé inicial’ do Judiciário para dar andamento aos projetos de instalar uma sede da promotoria na região. “Nós torcemos muito que esse empreendimento seja concretizado o mais rápido possível. Agora o MP deverá dar prosseguimento a instalação do nosso espaço aqui também”, pontou.A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, disse que o novo fórum é um presente aos 150 anos de Várzea Grande. “É um momento histórico para a população, onde nós do executivo, legislativo e judiciário estaremos fazendo juntos dias melhores e fazendo com que o respeito seja realmente o motivo para esta população tão ordeira e trabalhadora”, comentou.
Presidente da  Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho
Presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho
O presidente do Poder Legislativo Estadual, Eduardo Botelho, e o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, enfatizaram a importância da nova estrutura para o município e para o estado. “Esta comarca é histórica, uma comarca que já merecia uma obra deste porte. Pela importância deste fórum, tenho absoluta certeza que haverá empenho de toda a Assembleia Legislativa no sentido de viabilizar emendas e devoluções de verbas para contribuir com essa construção”, disse Botelho.
Fonte: Ulisses Lalio/Fotos: Tony Ribeiro (F5)
Coordenadoria de Comunicação do TJMT

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO