A Democracia

0
A democracia representativa é o regime político em que o poder é exercido pelo povo. Onde: todos são iguais perante a lei; respeitam-se e preservam-se os direitos e garantias individuais; não existem restrições ao direito de ir e vir; a imprensa é livre e todo cidadão pode expressar a sua opinião, professar o credo que quiser e de votar e ser votado, entre tantos outros direitos.
A maior e mais próspera nação do mundo foi erigida, há mais de dois séculos, sob a tutela do regime democrático. É nele onde prospera as mais avançadas nações do mundo civilizado, apesar de todos os seus defeitos e fraquezas. Foi nele onde se possibilitou a igualdade de oportunidades. Onde a pobreza e as desigualdades foram e são mais bem combatidas. De onde saiu as soluções políticas, sociais e científicas que possibilitaram meios de a civilização sair do obscurantismo e da ignorância e avançar  anos luz no aprofundamento do conhecimento, das tecnologias, e de sua libertação.
Por oportuno, um parêntese, o candidato da esquerda que perdeu as últimas eleições foi visto passeando em Nova York. E os heroicos componentes da esquerda caviar não se mudaram como prometeram e continuam desfrutando das suas folgas na pátria do Tio Sam. Não se tem notícia de alguém que migrou para o pretenso paraíso Cubano ou para agonizante Venezuela e, muito menos, para a impenetrável Coreia do Norte.
Por que estou insistindo nestas obviedades? Por que as trombetas do retrocesso (as Vivandeiras), por desinformação ou má-fé, estão sempre apontando para inviáveis e ínvios caminhos já percorridos! Por que as forças do revanchismo falam mal de um inferno e quer nos levar para outro! Para que tenhamos clareza de que não devemos errar novamente! O recado das urnas somente é possível no regime político democrático e ele é claro: é preciso mudar!
E se não mudar a sociedade estará atenta e voltará novamente às urnas para fazer valer a sua vontade, para acabar com os privilégios, os desmandos, desigualdades, as patifarias e a grossa corrupção. Portanto, o regime político que temos, sob quaisquer sacrifícios, deve ser aperfeiçoado e preservado. A nossa Constituição, em que pese todas as provações, continua firme e forte.
Por fim, é no regime democrático onde as minorias têm voz. O falecido Imperador Hirohito do Japão procurou o Gal. Douglas McArthur, Governador Militar do Japão após 2ª Guerra Mundial, para reclamar da eleição de uma prostituta para o Parlamento Japonês e recebeu a seguinte resposta: é a democracia Imperador!
Renato Gomes Nery é advogado em Cuiabá-MT. E-mail- rgnery@terra.com.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO